Histórias de Migração: Clarisse Och

Irmã mais nova de uma família de 3 irmãos, nasci em João Pessoa, na Paraíba. A minha história de migração começou desde muito cedo e sempre fez parte da minha vida.

Aos 4 anos de idade, fui morar no Canadá. O meu pai, professor universitário, fez doutorado na área de Engenheira Biomédica numa província de difícil pronuncia: Saskatchewan. Apesar de muito nova, ainda consigo lembrar que, quando chegamos em casa depois de uma longa viagem, eu pedi para ligar a TV e colocar nos Trapalhões.

Foram quase 5 anos morando no Canadá. Na adolescência, eu sentia uma vontade enorme – até hoje, para mim, inexplicável – de morar fora novamente. Vivia insistindo para meus pais bancarem um intercâmbio, mas não rolava. Até que comecei a vida universitária e encontrei um leque de opções de intercâmbios. Munida de argumentos, conversei com meus pais, que autorizaram (e financiaram) a minha ida para Bremen, na Alemanha, para fazer um curso superior de Global Management durante um ano. Este ano foi muito intenso, conheci pessoas incríveis que fazem parte da minha vida até hoje.

Voltei ao Brasil, terminei o meu curso de Administração, comecei a trabalhar e quem disse que aquela vontade de morar fora tinha passado? Muito pelo contrário, piorou! A oportunidade apareceu: fui selecionada para uma bolsa de estudos na mesma universidade que tinha feito o intercâmbio em Global Management, mas, agora, para fazer um mestrado.

O tempo do mestrado também foi vivido com muita intensidade. E foi nessa época que conheci a Cris e a Flora. Tudo ia muito bem, concluí o mestrado e estava fazendo um estágio em Marketing. Com quase 3 anos morando na Alemanha, muito feliz com as minhas conquistas, eu conheci quem seria o meu futuro marido. E sabe o que ele me pediu? Não, não foi em casamento. Pediu para morar no Brasil! Era tudo o que eu NÃO queria, mas avaliei que, se estávamos querendo construir uma vida juntos, seria bom para o relacionamento se ele aprendesse a minha língua e a minha cultura.

Estava bem claro para todas as partes que a nossa ida ao Brasil seria temporária e lá vivemos por 8 anos. Ele se integrou bem, tínhamos estabilidade e nasceram ali os nossos 2 filhos. Mas eu ainda queria morar fora do Brasil, esse sentimento nunca tinha me largado. Colocamos todos os prós e contras no papel e decidimos que seria mesmo tempo de voltar para a Alemanha.

Há 5 anos voltamos à Bremen, a cidade onde nos conhecemos e onde temos amigos. A chegada foi tranquila, aos pouco as coisas foram se moldando e se estabilizando.

Atualmente, trabalho como Sales Manager com foco principal no mercado Brasileiro. Além disso, dedico uma parte do meu tempo com muito amor e carinho como colaboradora do Continuidade Podcast, este projeto maravilhoso de autoria de minhas amigas Cris e Flora. A minha responsabilidade é tratar de assuntos comerciais, assim como a criação dos posts para as redes sociais. Eu fico ansiosa para ouvir os novos episódios e adoro quando eles estão cheios de reflexões.

Eu me sinto muito em casa na Alemanha, apesar da saudade que sinto dos familiares, dos amigos e, especialmente, das festividades no Brasil, como a virada de ano na praia, o Carnaval e o São João.

Eu sou Clarisse Och e essa é a minha história de migração. Qual é a sua?

9 respostas para “Histórias de Migração: Clarisse Och”

  1. Aff… lendo, me lembrei de casa fase da sua vida: de qd foi a Alemanha pela primeira vez, do retorno, da sua volta pra lá, dos meninos pequenos aqui, da minha visita a sua casa antiga… que delícia! Sonhando em voltar a te visitar na casa nova e levar a minha pequena pra conhecer essa minha amiga tão especial. I love you, Clara!! Saudades gigantes de ti.

    1. Ju, cada fase que vivi foi tão especial e você sempre presente, obrigada! Amiga, estamos esperando por você e Liz aqui! Love you!

  2. Muito obrigada por compartilhar as suas histórias de migração, Clarisse!!! Fez fortalecer ainda mais o meu desejo de
    morar fora do Brasil, ao saber que você conseguiu realizar todos os seus. Espero um dia, ter uma história de migração para contar 🙏

  3. Tem uma parte no fundo do nosso coração que nunca quer parar e sempre procura um novo lugar, novas aventuras, novas amizades. Por outro lado – é bom ter um lar 🙂

  4. Clara, a partir da segunda ida a Alemanha, acompanhei tudo bem de pertinho… E vivemos e vibramos juntas com suas maravilhosas conquistas. Torço sempre por você, minha querida! Mais sucesso ainda na sua vida e beijo grande nos seus amores! ❤️

  5. Amiga, eu lendo sua história e passando um filme na minha cabeca de nossa adolescência. Foram muitos momentos bons, na escola, nas festas, estudando inglês… você tentando me ensinar rsrs. Você sempre me inspirou desde a primeira vez que foi pra Alemanha e por toda sua história de sucesso, você merece todo o resultado vivido hoje.
    Estou muito feliz por você e pela linda família que construiu, que Deus abençoe sempre.🙌😚

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *